domingo, 29 de abril de 2012

Reviravoltas e más notícias

Oi meus queridos leitores! 
Infelizmente eu não venho falar aqui sobre um assunto divertido, como eu gosto que sejam os assuntos do blog,
Hoje venho falar sobre um acontecimento muito triste.
A Xeli, minha cachorrinha, está com os membros pélvicos paralisados e por causa disso não está andando e está cada vez mais fraca.
Tudo começou em um fim de semana que eu notei que ela estava mais tristinha, talvez com dor (a Xeli nunca foi de demonstrar dor), fiquei preocupada mas achei que devia ser alguma dor em articulações, nada grave, voltei para Botucatu apenas com a pulga atrás da orelha.
Xeli aproveitando o sol 
Na próxima sexta feira eu cheguei em casa feliz por ter chegado mais cedo e com uma decisão, tinha conversado com a professora de cardiologia da faculdade e ela me deu esperanças para fazer a cirurgia para remoção dos tumores de mama da Xeli (ainda não tinha feito por causa do problema de coração da Xeli ,um sopro grau 5.)
Como de costume quando eu chego na sexta feira, chamei os cães, Simba veio correndo, mas a Xeli não vinha.
Chamei de novo e fui checar a escada, lá estava ela em um degrau olhando pro topo da escada e chorando, notei que algo estava errado e fui buscá-la.
Quando coloquei ela no chão da cozinha, não pude segurar as lágrimas, ela andava com muita dificuldade e descoordenada, caindo e levantando.
Por mim eu ia imediatamente no hospital, mas meus pais queriam esperar até de manhã, já era muito tarde, eu concordei e fui dormir com dor no coração.
No dia seguinte ela já estava pior, agora nem ficar de pé ela ficava, as perninhas já não tinham força.
A Veterinária examinou a Xeli e nos disse que provavelmente ela tinha uma hérnia de disco em toracolombar, o que foi parcialmente confirmado no raio X (havia uma alteração nessa região) foram feitas 3 doses de corticóide intravenoso.
Saímos de lá com uma lista de medicamentos pra comprar, Fortekor para o coração, Meticorten (corticóide), Omeprazol (protetor gástrico) e um analgésico opióide.
Deixamos ela em repouso na caixa de transporte e deitada em cobertas macias.
Ficamos o fim de semana todo preocupados com ela, no domingo infelizmente tive que ir para Botucatu e deixá-la aos cuidados dos meus pais em São Paulo.
Os membros pélvicos estavam flácidos, sem nenhum movimento, ela já não queria sair da casinha e com pouca dor profunda (até onde eu me lembre)
Passei uma semana difícil em Botucatu, tudo que eu queria era poder traze-la comigo, seria mais fácil cuidar dela aqui, com o HV do lado e acupuntura de sexta feira, infelizmente não podia ter animais no apartamento.
Procurei entrar em contato com a proprietária e expliquei a situação da Xeli, ela se sensibilizou e me permitiu leva-la por um mês e meio, já ajuda, mas eu só poderia trazer depois do feriado.
Próxima sexta, só piora, a Xeli já estava mais apática, perninhas atrofiando e estava desenvolvendo escaras de decúbito, pelo menos ela estava comendo e se sustentando nos membros torácicos.
Levamos de novo no veterinário, más notícias, ela já tinha perdido a dor profunda.
Agora, pouco adiantaria a cirurgia.
Talvez devessemos ter feito a cirurgia naquelas primeiras 48 horas, não sei porque não passamos pelo ortopedista, talvez estávamos confiando demais na acupuntura, infelizmente não achamos vagas para fazer, e na espera pela vaga demoramos de mais pra pedir o carrinho, e agora, apenas 3 semana depois do início, as coisas vão de mal a pior.
Quando cheguei em casa depois de outra semana tive um susto grande, a Xeli estava deitada, sem muita força pra se manter sentada, as escaras estavam bem piores e os músculos já muito atrofiados nas perninhas e no abdomem, estava magra e mais apática do que nunca, a urina está avermelhada, indicando uma cistite, quando cheguei ela estava comendo bife, hoje, nem bife, nem salsicha, nem nada.
Fizemos uma sopinha de carne pra ela e demos por seringa, a água também demos com seringa, acho que não está bebendo sozinha.
Não sei se ela tem força pra usar o carrinho, temos medo de pedir, demorar pra chegar e ela não poder mais usar mesmo.
Agora talvez seja fácil pensar no que eu devia ter feito, cirurgia, acupuntura quando a chance apareceu, mas hoje eu sinceramente me sinto sem direção. Mesmo com o intenso cuidado de todos da casa, nada o que fazemos parece ajudar de fato, coloca- la em cobertores macios não preveniu as escaras, nem a pomada, nem coloca la de pé sustentada por uma rede.
A frauda ajudou com a retenção de urina, mas não resolveu o problema, ela desenvolveu a cistite de todo jeito, e os remédios provavelmente prejudicaram a função renal e hepática, isso só vamos saber amanha, quando pegarmos os resultados dos exames.
Estamos todos sofrendo muito com a situação, nos parte o coração ver nossa amada cachorrinha sofrendo.
Tenho saudades de coisas simples como chegar em casa e ver ela me esperando na porta, ou ser surpreendida com uma porta aberta por um focinho enquanto estou estudando, ou o seu olhar pedindo alguma coisa. Sinto falta de como ela é inteligente.
Coisas simples, que só percebi como eram maravilhosas quando as perdi.
Vamos continuar a fazer de tudo para ajudá-la, amanha voltaremos para o veterinário, ela vai fazer acupuntura, vamos continuar procurando pra ela.
Outro dia me perguntaram o que eu queria de aniversário, sinceramente só desejo a saúde da minha cachorrinha, mas isso ninguém pode me dar, só mesmo Deus, se for da vontade Dele.
Me desculpem o assunto triste, mas as vezes a melhor coisa é desabafar.





14 comentários:

  1. Sinto muito por tudo que a Xeli está passando, você tem que pensar que estão fazendo todo o possível para cuidar dela. Ela já tem idade avançada e tudo fica mais difícil mesmo. Eu também tenho problemas com os meus 4 velhinhos e só quero que eles não sofram. Dia 2 a Rutha vai fazer outra cirurgia para tirar os tumores da mama, na 1ª cirurgia tirou a cadeia mamária esquerda e agora vai tirar a direita. Eu só vou fazer a cirurgia porque todos os exames dela deram resultados ótimos. E o Barum está quase surdo...
    Eu espero que a Xeli se recupere e volte a andar logo! Felicidades pra vocês!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laís!
      Muito obrigada pela ajuda!
      que ótimo, força para a Rutha tbm, tenho certeza que na cirurgia vai dar tudo certo!
      Bjs

      Excluir
  2. Puxa Mari, fiquei muito triste ao ler o seu post! Estou aqui torcendo pela Xeli, que Deus ajude ela a sair dessa situação difícil. Por enquanto o jeito é ser forte e levar as coisas da melhor maneira possível. Estou rezando para ela ficar melhor!!!

    ResponderExcluir
  3. Putz, tadinha Mari! Não sei nem o que dizer...Força aí! E cuide bem dela!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos cuidar sim Dani!!
      obrigada pela força!

      Excluir
  4. Ai mari, que notícia ruim. =/ Espero que vocês encontrem acupuntura pra ela, e que a Xeli melhore logo!
    Muita força, pois ela precisa muito de vocês nesse momento.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Kari!!
      estamos todos fazendo de tudo por ela!
      Bjs!

      Excluir
  5. Mari!
    Q dor no coração, fiquei mto comovida c sua história, n pensei q fosse tão grave assim. Graças a Deus vc é uma menina maravilhosa e tem feito tudo de melhor p ela. Que Jesus te abençoe e te dê forças para passar por esse vale. Um gde e forte abraço da tia q mto te ama...
    Dê um bjnho na Xeli por mim!
    Tia Ira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii tia Ira!
      Muuito obrigada pelo apoio!!
      Ele com certeza está me ajudando muito nessa hora difícil, Glória a Deus por isso! =]
      Beijos!

      Excluir
  6. Puxa Mari, acabo de ler a notícia e chorei muito...sei que é do ano passado, mas gostaria de ter notícias...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OOi Gislaine!
      foi uma época muuuito difícil, a dor foi grande, mas depois de um ano já me sinto bem mais confortada!
      obrigada pelo comentário e preocupação =)
      bjs!

      Excluir